O Paradigma Médico Clássico e a Beleza-Própria


O paradigma médico clássico (representando a área da saúde em geral) sobre tratamento é representado por alguém que tem o saber e alguém que tem o “não saber”; alguém que tem a saúde ou a chave para a saúde e alguém que tem a doença.


Neste sentido, na Estética, alguém tem a chave para a beleza e alguém precisa estar belo ou ainda mais belo.


Alguém se queixa, demanda e alguém, que detém o saber, vai entregar ou tentar entregar o necessário para ajudar quem está se queixando.


Esta forma de atuar é ainda muito comum, não somente nas medicinas, mas em outras áreas.


Apesar do mérito do conhecimento científico adquirido, é importante lembrar que cada indivíduo também tem o seu próprio saber, consciente e/ou inconsciente, que pode ser desvelado através do manejo profissional.


Para ir além desse paradigma, o autoconhecimento é fundamental e, certamente, tornaria o mundo mais interessante. Poderia evitar tantos dissabores em relação à autoimagem; as pessoas teriam mais clareza em relação a si mesmas e ao que se desejam.


Acredito na beleza como o resultado da interação da experiência estética integral - do corpo, mente, energias – com o autoconhecimento.


Conhecer-se é trazer o próprio espelho diante dos olhos para refletir a Beleza-Própria.

.

.

#cuideseintegralmente

#mentoriaonlinedeautocuidado

#esteticaeautoconhecimento

#esteticaintegrativa #belezapropria #belezaunica #belezanatural #alemdospadroesdebeleza #autocuidadosimplesenatural #conhecase