top of page

A Felicidade está na Moda?


A felicidade está na moda?

Desde a antiguidade, com Aristóteles, a felicidade é pauta importante para o entendimento sobre si mesm@ e o mundo. Até hoje os estudos sobre o tema avançam e se renovam à medida que a sociedade vai mudando.  


Na era contemporânea, tem se abordado ainda mais questões relacionadas à felicidade. As buscas sobre o assunto na internet estão na mesma proporção que depressão, ansiedade, burnout. E muitos estudos já conseguem mostrar a relação entre estes tópicos.


Mas eu quero é relatar um fato que acontece não apenas sobre a felicidade, mas sobre muitas tendências que surgem através da lógica do mercado e do senso comum.


Quando algo está sendo muito buscado, há também quem queira lucrar com isso ou, na melhor das hipóteses, tentar ajudar, mas sem, de fato, ter experiência no assunto.


No caso da felicidade, a sua mercantilização está evidente em diversos setores. Empresas vendem produtos e serviços prometendo a felicidade. A indústria do bem-estar, com o crescimento de eventos e práticas de autoajuda, oferece caminhos para a felicidade.  


Mas, afinal, a felicidade pode ser buscada ou é espontaneamente adquirida por merecimento?  


A felicidade pode ser desenvolvida e aprendida, de forma a influenciar o nosso cotidiano.


Ao contrário de como pensa a maioria das pessoas, ser feliz é mais amplo do que apenas "estar" alegre. É sobre ter prazer em pequenos momentos do dia a dia, com uma percepção mais profunda de passado, presente e futuro.


A felicidade está ligada ao autoconhecimento. É a escolha consciente de parar de lutar contra os acontecimentos da vida, aceitar o protagonismo que temos sobre ela, com atitudes concretas em direção a uma vida melhor.


Podemos dizer que a felicidade está na moda. Mas como utilizamos essa moda a nosso favor? Experimentamos simplesmente como uma roupa que é tendência, mas que pode não se ajustar bem ao nosso corpo e ao nosso estilo de vida e daqui a pouco estará esquecida no guarda-roupa? Ou vivenciá-la como uma forma de facilitar a expressão do nosso ser?



Referências: Artigo "Felicidade se aprende?" do professor Henrique Bueno (site Fast Company Brasil). https://fastcompanybrasil.com/worklife/felicidade-se-aprende/


@casadosaber - postagem "A felicidade como produto e os felizcondríacos".

Bình luận


bottom of page