Harmonização Orofacial

É uma nova especialidade que vem expandindo o campo de atuação da Odontologia, visando harmonia estética e funcional não só do sorriso, mas de toda a face. 

Harmonização significa equilíbrio entre as partes de um todo. Um sorriso bonito não se destaca se a pele do rosto estiver desequilibrada, apresentando ressecamento, com aspecto cansado e envelhecido. Recuperar a pele é promover saúde, beleza e sensação de bem-estar. E muita gente quer se sentir bem e mais bonita com segurança, mínimo de desconforto e rápida recuperação. Por isso tratamentos estético-funcionais minimamente invasivos são os mais procurados e têm eficácia comprovada cientificamente. 

É comum as pessoas procurarem clínicas de estética por uma necessidade específica, sendo atraídas por algum tratamento estético do qual ouviu falar. Muito provavelmente tal necessidade esteja relacionada a vários aspectos a serem tratados, através do planejamento de um conjunto de procedimentos. É preciso estar atento ao(a) paciente que deseja mudança de aparência para a de outra pessoa que não a dele(a) mesmo(a), como a aparência de uma celebridade, por exemplo. A Harmonização Orofacial visa restaurar o equilíbrio, a simetria e a harmonia da face, recuperando a aparência natural, em concordância com um estágio anterior da vida desse(a) paciente.

Há situações mais avançadas em que apenas procedimentos não invasivos não serão eficientes. Mas ainda assim tratamentos mais conservadores podem ser uma excelente opção no pré e pós-operatório de cirurgia plástica, sendo capazes de diminuir a área de intervenção cirúrgica e proporcionar rápida recuperação pós-operatória, ao melhorar a qualidade da pele. 

Além da Harmonização Orofacial, a estética da face é uma área ampla, atuada por dentistas, médicos dermatologistas, cirurgiões-plásticos, fisioterapeutas, esteticistas e demais profissionais de saúde que podem trabalhar em conjunto para uma maior efetividade do tratamento. É preciso que cada profissional tenha sempre ética e bom senso para orientar e planejar o melhor e mais adequado tratamento para cada tipo de pessoa e, quando o caso necessitar, trabalhar de forma multiprofissional.

Vale ressaltar que a necessidade funcional, que envolve a saúde, está sempre em primeiro lugar. E o conceito de saúde tem sido definido como estado completo de bem-estar físico, psíquico e social, e não meramente a ausência de doença ou enfermidade. Estamos vivendo uma fase de expansão da Estética, não apenas cuidando da aparência e da beleza. Existem muitos estudos científicos que comprovam a importância da estética como participante da esfera do setor da saúde, no que se refere ao processo de preservação da beleza para o bem-estar físico e psicológico do paciente. 

Celebro essa fase de expansão da minha profissão, mas também tenho consciência das minhas novas responsabilidades.

"Apesar de estar cada vez mais convicto de que a essência da Odontologia deve estar fundamentada em uma prática simples e que brinde, em primeiro lugar, a saúde, é inegável que procedimentos que envolvam a aparência dos indivíduos, tanto aqueles relacionados aos dentes, como dos tecidos moles e face, são cada vez mais conhecidos e utilizados pelos dentistas. Isso, sem dúvida alguma, abre novas perspectivas para a nossa profissão, ao mesmo em que traz também 'novas responsabilidades'."
(Dr. Luiz Narciso Baratieri)

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *