Microagulhamento

É uma terapia percutânea de indução da produção de colágeno através de um processo inflamatório controlado gerado pelo estímulo mecânico de um aparelho com microagulhas (roller ou dermapen) de aço cirúrgico.

Objetivo

  • Proliferação celular
  • Produção de colágeno
  • Remodelação tecidual

Indicações

  • Cicatrizes de acne
  • Rugas superficiais (até as mais profundas com terapias associadas)
  • Hiperpigmentação e suavização do melasma (associado a ativos clareadores)
  • Flacidez
  • Celulite
  • Estrias
  • Alopécia 
Há diferentes tamanhos das microagulhas do roller, selecionadas de acordo com cada indicação. Elas geram microcanais na pele que viabilizam a penetração de ativos dermocosméticos, potencializando sua ação.

Microagulhamento + Cosmetologia = entrega transdérmica de ativos (drug delivery).

Geralmente a pele deve receber um tratamento prévio, como Limpeza de Pele Profunda e Cosmetologia associada, Peeling Enzimático, tratamentos para revitalização e hidratação  para tornar a pele mais resiliente e receptiva à terapia de microagulhamento.

Vantagem

Não remove a camada mais superficial da pele (ao contrário do peeling), mantendo-a protegida, com menor chance de manchas e desidratação. Rápida recuperação, sem necessidade de afastamento das atividades laborais.

Resultados a longo prazo

Formação de colágeno mais espesso e mais resistente (pele menos suscetível ao fotodano)

Comparação do Laser e Microagulhamento

Laser
Roller
age nas camadas mais externas da pele
dependendo do tamanho da agulha, pode alcançar a camada mais profunda da pele
A maturação da pele pode levar um mês pela agressão da pele
pele mais superficial permanece intacta, processo rápido de cicatrização
formação de camada fina de colágeno
formação de colágeno mais espesso

Contraindicações

  • Face com acne ativa. Neste caso, pode ser feito um tratamento anterior ao microagulhamento ( peeling, intradermoterapia) 
  • Lesões cancerígenas 
  • Em áreas com verrugas, hiperqueratose solar 
  • Psoríase 
  • Herpes ativa
  • Desordem ou infecção cutânea na região a ser tratada
  • Propensão a queloide 
  • Gravidez e lactação
  • Diabetes 
  • Em tratamento com anticoagulantes 
  • Pessoas com fototipos mais altos (pele morena-escura a negra) - pode causar hiperpigmentação 
  • Tratamento com isotretinoína (Roacutan): após de 6 meses de uso
O roller é de uso único, descartável após cada sessão e deve ser aprovado pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Há vários tipos de aparelhos que podem ser facilmente comprados no mercado. Porém, deve ser utilizado por um profissional de estética capacitado. Há uma técnica de aplicação que evita que as microagulhas se "arrastem" sobre a pele, o que pode causar efeitos indesejados, como arranhões, hematomas e cicatrizes. A quantidade de sessões e o tempo de manutenção deve ser avaliado de acordo com a resposta de cada pessoa.

Entre em contato para uma avaliação e faça o microagulhamento de forma segura.


Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *