Vitamina D - A Vitamina do Momento?



A vitamina D nada mais é que um hormônio esteroide cujas principais funções é manter as concentrações adequadas de cálcio e fósforo para garantir uma variedade de funções metabólicas.


80% da vitamina D é produzida na pele após exposição à radiação ultravioleta B. Em menor quantidade pela ingestão de alimentos específicos ou por suplementação (que não deve ser realizada sem o acompanhamento por um profissional de saúde habilitado, podendo correr o risco de estar a suplementar sem necessidade e em doses inadequadas).


Estudos recentes associam a imunidade com a quantidade de vitamina D presente no organismo, sendo relevantes neste período de pandemia pela COVID-19, pela importância de se proteger da susceptibilidade a infeções agudas do trato respiratório.


Mas o que esses estudos dizem?


* A deficiência da vit D está sendo considerada um problema de saúde pública mundial, acometendo todas as faixas etárias e sendo associada ao desenvolvimento de diversas afecções, como diabetes melito, doenças cardiovasculares, alguns tipos de cânceres, deficiência de cognição, depressão, complicações gestacionais, autoimunidade e alergia.


* Ao mesmo tempo em que a prática regular da fotoproteção tem sido recomendada para evitar o câncer da pele, há um questionamento em diversos estudos se ela poderia levar à deficiência de vitamina D. Embora a radiação ultravioleta esteja associada ao câncer de pele, dentre as ações verificadas recentemente da vitamina D destaca-se uma possível ação anti-tumoral. .


* Apesar de já terem sido realizados vários ensaios clínicos nesta área, os resultados sobre o papel da vit D nas infeções do trato respiratório são discordantes, pela variabilidade das características da população estudada e os vários regimes de suplementação. .


* Atualmente não há nenhuma recomendação que indique benefício no uso de suplementos de vitamina D contra COVID-19, mesmo tendo em conta a diminuição da exposição solar na situação de quarentena.


Grupos mais susceptíveis à deficiência de vit D:

  • Indivíduos de fototipos elevados (a maior pigmentação da pele dificulta a penetração dos raios UV)

  • Crianças

  • Gestantes

  • Idosos (a atrofia da pele pelo envelhecimento reduz a capacidade da pele em sintetizar o precursor da vitamina D)

Quem precisa de suplementação?

A maioria dos estudos conclui que a suplementação não é estritamente necessário para pessoas saudáveis que não pertençam ao grupo mais susceptível à deficiência.


Quais os fatores que influenciam na síntese de vitamina D através da pele?

  • grau de pigmentação da pele

  • latitude

  • estação do ano

  • tipo de roupa

  • uso de protetor solar

  • condições meteorológicas locais

Qual a frequência de sol tomar para estimular a vitamina D?

Em geral, em adultos saudáveis, pelo menos três vezes por semana, sem aplicação de protetor solar na área a ser exposta.


Qual é o melhor horário para tomar sol para a síntese de vit D?

Entre 10hs até às 15 hs

Nesta faixa de incidência, os raios UV atingem seu pico.

Se a temperatura estiver acima dos 30°, melhor evitar o sol ou se expor por menos tempo.


Quanto tempo de sol tomar para estimular a vit D?

  • De 15 a 20 minutos - pele branca

  • De 30 a 40 minutos - tom de pele intermediário

  • Em torno de 1 hora - pele negra

É preciso tomar sol no corpo todo?

Não, 15% da superfície do corpo já é o suficiente para que a vit D seja produzida.


* Não há necessidade de expor a faca, pois embora seja o local do corpo mais exposto, produz pouca vit D.



Referências:


SOUSA, Sophie. Suplementação de vitamina D na prevenção de infeções agudas do trato respiratório: revisão sistemática e meta-Análise de dados individuais. Rev Port Med Geral Fam,  Lisboa ,  v. 34, n. 4, p. 258-260,  ago.  2018.


PINHEIRO, Iracema De Souza Santos. "O Uso Abusivo de Protetor Solar Associado à Deficiência de Vitamina D." (2018).


SILVA, Andrielle. "Efeitos positivos do Sol na pele: Vitamina D." Revista de Iniciação Científica da Universidade Vale do Rio Verde 7.2 (2018).


MAEDA, Sergio Setsuo et al. "Recomendações da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) para o diagnóstico e tratamento da hipovitaminose D." Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia 58.5 (2014): 411-433.


GALVÃO, Letícia Oba e cols. Considerações sobre a vitamina D. Brasília Med 2013;50(4):324-332 


EUCLIDES, F. de A. & OLMOS, Rodrigo Díaz. "Vitamina D, a Vitamina do momento?".


https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2020/03/23/entenda-quanto-e-de-que-maneira-e-preciso-tomar-sol-para-obter-a-vitamina-d.htm


#vitaminad #vitaminadeimunidade #beneficiosdosol #isolamentosocialconsciente


Criação de Aline Bitencourt