Pele que Habito

Positividade da Pele

Eu cuido do meu rosto desde adolescente e já fiz alguns tratamentos dermatológicos e estéticos com profissionais renomados. Continuo me cuidando, por fora e por dentro, e há três anos também atuo na revitalização e embelezamento da pele das pessoas por meio de terapias que promovem ótimos resultados.


Mas o que significa “ótimos” resultados?


A mídia tende a mostrar uma ideia inatingível: face lisa, sem falhas, sem cicatrizes, sem manchas, sem poros, sem pelos, sem linhas. Há cobranças de uma pele perfeita por todos os lados, inclusive para que “profissionais da beleza” estejam sempre “belos”.


Existem várias alterações da pele ditas “inestéticas” e grande parte delas é proveniente de desequilíbrios metabólicos, geralmente associados a questões emocionais e de estresse. Portanto, é conveniente trazer o reequilíbrio através de variados recursos.


Não é sobre deixar de fazer tratamentos ou deixar de usar maquiagem. É sobre se permitir ir além de conceitos que tomamos como certo e que criam inúmeras expectativas e necessidades.


Eu me olho no espelho todos os dias. E algumas vezes vejo minha pele radiante; outras vezes nem tanto. Esta é a pele que habito.



Referências: .

✓ Matéria da revista @elaoglobo  sobre Positividade da Pele #skinpositivity – movimento que está se expandindo por várias partes do mundo e que mostra que há beleza em todos os rostos.

@dermagreen – Dermatologia Natural por Patrícia Silveira


#positividadedapele #ditaduradapeleperfeita #padroesdebeleza #pelequehabito

Criação de Aline Bitencourt